Simpósio de Técnicas de Embolização Percutânea (STEP)

Home » Notícias » Simpósio de Técnicas de Embolização Percutânea (STEP)
siriolib

EVENTO É SUCESSO ENTRE VASCULARES E CARDIOLOGISTAS DE TODO O BRASIL

A principal conclusão do Simpósio de Técnicas de Embolização Percutânea, realizado de 20 a 22 de agosto no Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, é que cresce o número de médicos interessados na técnica para tratar diversas doenças, de tumores a traumas, em situações eletivas ou emergências.

Promovido pela equipe de Cirurgia Endovascular da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, o evento reuniu especialistas de várias partes do Brasil para compartilhar conceitos e dicas práticas do procedimento. Na área de saúde urogenital, o ginecologista Dr. Claudio Bonduki abordou a embolização de miomas, suas indicações e como tratar. “Outra abordagem importante foi a embolização para conter sangramento no pós-parto – situação bem comum ao contrário do que se pensa”, observa o Dr. Álvaro Razuk, um dos integrantes da comissão científica. Ainda no trato urogenital, o Dr. José Maria Perez comentou sobre o sucesso da técnica nos casos de varizes pélvicas.

O neurocirurgião Dr. Francisco Ramos revisou diversos conceitos aplicados à cirurgia vascular (aliás, a nomenclatura anomalias vasculares está no conjunto dessas atualizações). Já o cirurgião vascular Dr. José Luiz Orlando ministrou uma aula com estudos recentes de embolização em doenças difíceis de tratar.

Outro membro da comissão científica, Dr. Jong Park, discorreu sobre embolização de aneurismas viscerais com dicas práticas. “O formato do Simpósio privilegiou a interatividade: todo mundo pôde tirar dúvida e discutir. Mostramos como tudo acontece, utilizando animais de laboratórios em transmissões ao vivo”, destaca o especialista.

Nos aneurismas de aorta, Dr. Álvaro Razuk mostrou estudos bem atuais que demonstram chances de rotura tardia para vazamentos de aneurismas de aorta do tipo 2 tratados com embolização. “Insistimos muito na orientação dos médicos de quando vale fazer e qual a técnica deve ser executada”, reforçou Dr. Razuk.

Os participantes também puderam trocar conhecimentos com a indústria médica, aprendendo sobre diversos dispositivos como: molas, partículas e outros produtos embolizantes, dentre eles, o Onyx (embolizante líquido que tem um protocolo a seguir para funcionar com precisão).

Dr. Marcus Vinicius Borges, cirurgião vascular de Salvador (BA), elogiou o STEP. “A experiência foi muito válida pela diversidade dos temas, acesso informal aos palestrantes, know-how dos especialistas e qualidade das aulas. Ainda tivemos um curso prático em paralelo, pois conhecemos e manuseamos agentes embolizantes”. O sucesso do STEP já estimula a comissão técnica, também integrada pelo Dr. Walter Karakhanian, a reproduzir esse formato de curso com novas temáticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Nosso consultório

Rua Dona Adma Jafet, 74 , cj. 94
Centro Médico Aroeiras
(Em frente ao Hospital Sírio Libanês)
Bela Vista – São Paulo - SP
Tel: + 55 (11) 2528-8113

clinica@endovascular.com.br

Últimos comentários

    Curta nossa página

    Desenvolvimento: Midiatre